você está aqui: Home  → Arquivo de Mensagens Curso Gratuito sobre Expressões Regulares, com o Prof.  Julio Neves

Recuperação GRUB Bootloader - Comentários

Colaboração: Rubens Queiroz de Almeida

Data de Publicação: 11 de Junho de 2002

Estou enviando hoje os comentários do Fernando Roxo, da Conectiva, que complementam admiravelmente a mensagem de ontem, sobre a recuperação do GRUB Bootloader:

> --------------------------------------------------------------------
> Endereço: http://www.dicas-l.com.br/dicas-l/20020610.shtml
> --------------------------------------------------------------------
>                    Software Livre na Unicamp
>                http://www.softwarelivre.unicamp.br
> --------------------------------------------------------------------
>   Recuperação GRUB Bootloader
> 
> Em algumas ocasiões eu já perdi a configuração do GRUB
> e segui esta receita:
> 
> 
>   # grub

Para o Conectiva Linux tem uma opção mais simples, existe um script /usr/sbin/grub-install que faz todo o "trabalho sujo". ;))

Para instalações simples pode-se usar somente :

# /usr/sbin/grub-install /dev/hda

Para fazer a instalação no MBR.

Provavelmente este script está nas outras distribuições também, mas não tenho nenhuma em mãos para testar.

> Geralmente você precisa restaurar o GRUB quando, após ter o GNU/Linux
> instalado, se instala um outro sistema operacional da Microsoft.
> O Windows 2000, por exemplo, além de remover a entrada do GRUB também
> marca a partição do Linux como não ativa.
> 
> Faz-se necessário então, além de restaurar o GRUB, marcar a partição
> do Linux como bootavel, usando o fdisk.
> 

O Lilo e o Grub não usam a informação de partição ativa, esta informação só é usada pela BIOS e, possivelmente, pelo Windows :

# fdisk -l /dev/hda
Disco /dev/hda: 255 cabeças, 63 setores, 592 cilindros
Unidades = cilindros de 16065 * 512 bytes

Dispositivo Boot    Início      Fim    Blocos   Id  Sistema
/dev/hda1             1         2     16033+  83  Linux
/dev/hda2             3       592   4739175    5  Estendida
/dev/hda5             3       321   2562336   83  Linux
/dev/hda6           322       334    104391   82  Linux swap
/dev/hda7           335       592   2072353+  83  Linux

Como pode ser visto não há qualquer partição ativa no meu sistema.

Mas isto significa que nunca é necessário "ativar uma partição" para fazer o boot com o Linux ? Bem, existe uma situação em que isto pode ser necessário, ou pelo menos interessante. Se a taxa de reinstalação do Windows for muito elevada a recuperação do "boot loader" pode se tornar uma atividade aborrecida. Como facilitar o processo ? Você pode instalar o "boot loader" no primeiro superbloco da partição '/' do Linux. Neste caso a BIOS vai ter que saber onde ele vai buscar o "loader" para o boot e esta é a função de "marcar uma partição como ativa". Há alguma vantagem nisto ? A grande vantagem é que na próxima reinstalação do Windows bastará você usar o próprio 'FDISK.EXE' ( ou será .COM ? ) do Windows para marcar como ativa a partição onde está instalado o "boot loader" do Linux, no próximo boot a BIOS irá buscar o "loader" correto.

Eu já usei esta opção com sucesso com o Lilo. Nunca testei com o Grub, mas acredito que deva funcionar do mesmo modo.

Fernando M. Roxo da Motta <roxo arroba conectiva.com.br>



Veja a relação completa dos artigos de Rubens Queiroz de Almeida